Tudo A respeito da Dieta Japonesa

O Inverno Emagrece!


Pode parecer paradoxal, porém quem quer perder gordura deve comer mais. No momento em que falo em emagrecimento não estou citando em conseguir a tal barriga negativa, ou em ter um corpo humano considerado “perfeito”, com o mínimo possível de gordura e os músculos saltados. Estou postando da procura por um organismo saudável, com uma proporção equilibrada de gordura e músculo.


É prazeroso ressaltar que estes números variam de pessoa para pessoa. Todavia basta fazer uma rápida busca na internet, ou conceder uma olhada raso nas bancas de jornal, para encontrarmos dezenas de dicas de como perder calorias, de preferência de forma descomplicado e rápida. De uma conversa com os amigos e familiares também podem surgir imensas delas, quase nunca certas.


Em Forma Em Cada Estação

Desta forma decidi citar aqui os principais erros cometidos em benefício da redução de alguns números na balança ou de melhores caimentos pras roupas. Vasto fração das dietas restritivas podes resultar numa rápida perda do peso, todavia você estará perdendo mais músculo - músculos- do que gordura.


Além do mais, estas são rotinas alimentares difíceis de conservar por bastante tempo. Repare que os erros mais praticados por aqueles que querem deixar os quilos extras de lado têm algo em comum. Os verbos mais conjugados por eles são reduzir, apagar e reduzir. O maravilhoso seria substituí-los por fracionar, selecionar, incluir e ingerir.


Poderá parecer paradoxal, mas quem quer perder peso deve consumir mais. Mais alimentos de qualidade, mais frequentemente, de preferência de três em 3 horas, de forma mais fracionada, com pequenos quantidades em cada refeição e mais diversidade, e consumir alimentos de todos os grupos. Vamos ao próximo defeito que é tão comum quanto danoso.



Algumas vezes o jantar é visto como um vilão por aqueles que querem perder calorias. Seja com este objetivo ou mesmo pela praticidade, é muito comum visualizar ele ser substituído por lanches, frutas, chás ou mesmo por um prato de salada com uma proteína. Devemos consumir carboidratos pelo menos nas 3 principais refeições do dia e, de preferência, nas intermediárias também. Isto visto que são eles que dão energia pro nosso cérebro e pros nossos músculos funcionarem. Todavia há representantes bons e ruins desse grupo.


As farinhas refinadas, como a de trigo, têm um índice glicêmico superior do que o açúcar. Desse caso, o seu consumo diário, em exagero, poderá nos fazer ganhar peso demais. O perfeito é darmos prioridade para os mais complexos, como as farinhas integrais, o arroz integral e as raízes como a batata doce e a mandioca. Para que eles não nos façam ficar mais gordo, basta comermos pouca quantidade em cada refeição. A quantidade melhor vai diversificar de pessoa pra pessoa e esse consumo tem que sempre estar associado às verduras, frutas e cereais integrais, como flocos de quinoa, de aveia ou de linhaça, por exemplo.



Eles fazem com que a absorção do que é consumido seja mais lenta, evitando o acréscimo ligeiro da glicose no sangue, que promove a resistência à insulina, umas das possíveis causas do acrescentamento de peso. Nenhum alimento, por melhor que possa ser, irá funcionar sozinho. É primordial consumirmos proteínas, salada, frutas e legumes.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *